Conheça a evolução dos sistemas de alarme ao longo dos anos

Os sistemas de segurança vêm evoluindo muito ao longo dos anos. Nos dias atuais já temos a possibilidade de ativar um sistema de alarme em nossa residência, por exemplo, simplesmente por meio de um aplicativo em nosso smartphone. Felizmente, esta evolução traduz-se na melhoria do seu desempenhos e eficácia. Entretanto você já chegou a pensar como foi projetado o primeiro sistema de alarme e até mesmo como o mesmo funcionava? Bom, você vai descobrir isso aqui nesse post!

Em 1853, Augustus Pope criou o primeiro sistema de alarme antifurto. Ele consistia em um simples sistema de contatos magnéticos e interruptores presos às portas e janelas. Todo o sistema era ligado a um sino, que geralmente ficava no quarto do proprietário. Assim, quando um dos circuitos se fechava, o sino soava.

O próximo grande avanço na história da tecnologia dos sistemas de alarme de intrusão veio sob a forma de sensores de movimento. Estes sensores de detectavam movimento usando tecnologia de Infravermelho, de maneira que esta tecnologia se estende até hoje. Na década de 1980, sensores de movimento evoluíram e melhoraram muito e década de 90, os sistemas de segurança residenciais tornaram-se mais acessível e mais comuns. Hoje em dia os sistemas de alarme de intrusão estão cada dia mais se aperfeiçoando e com isso aumentando a sua segurança. Confira a seguir os principais sistemas de alarme digital existentes atualmente.

1. Alarme digital com GPRS e APP remoto

Com as novas tecnologias de alarme digital é possível reportar em tempo real a empresa de monitoramento de segurança através da linha telefônica, internet ou chip de dados GPRS. As centrais de alarme monitoradas por um desses canais permitem o acesso remoto para configurações e acompanhamento em tempo real via APP remoto. As centrais com baterias são ideais para todos os tipos de projeto e facilitam na instalação, pois a solução já vem completa de fábrica.

2. Alarme digital com GPRS, APP remoto e totalmente sem fio

Enquanto que no passado a instalação de um sistema de alarmes de intrusão tinha o inconveniente de exigir a passagem de fios por diversos pontos de uma casa, isso já não acontece com os novos modelos de sistemas de alarme sem fio. Com esta tecnologia é possível garantir uma praticidade na instalação e maior alcance de cobertura, além de reduzir custos e fornecer um visual mais clean. Além disso, alguns dos novos sensores de presença possuem câmera integrada ao circuito de detecção que no momento do disparo de alerta de intrusão, fotografa o evento e envia a notificação com imagens diretamente para o seu smartphone.

Gostou desta publicação e gostaria de receber mais conteúdo? Então se inscreva ao lado para receber nossas novidades diretamente por e-mail!

NOS SIGA EM NOSSAS REDES

POSTS RELACIONADOS

RECEBA NOSSAS NOVIDADES